Saudades da Festa da ATN ou Festa da “TN” como a maioria da galera falava.

A festa da ANT tem essa sigla, mas o nome original é “Arraia do Tio Nonô”. Foi uma festa pública fundada em 1978 e ficou muito conhecida por conta dos balões, muita gente na rua e muita música ao vivo ou dj’s populares. Era uma festa estilo arraiá e que levava MUITA gente pra rua.

Tio Nôno – Festa da ATN
Na foto, à direita, está o SUNGA, um dos organizadores do evento. Foto: Jair de Almeida.

Em 1990, a festa mudou de administração e começou a ser organizada pela Associação ATN de Festas Públicas. Na mesma data, os balões foram extintos e a festa mudou o perfil de ocupação de espaço público envolvendo toda a comunidade no entorno do espaço que a festa rolava.

Mas nem vim falar da história dela. Vim falar de como a festa da ATN era foda.

A ATN ficava exatamente embaixo dos braços do Cristo, pelo menos foi assim que conheci. Sempre que meus amigos falavam da ATN, comentavam que “era a festa que ficava na frente do Cristo do Porto da Pedra.”

Muita mulher bonita! Muita zoação! Muita música boa! Muito funk! Muita dança!

Peguei os últimos anos, a fase final da história da festa. Mas todo ano tem algum final de semana que penso: “Putz! E a festa da ATN?”

Fui lá adolescente. Lançava um kolene no cabelo, um cordão de prata falso, um tênis falso da qix e todo o resto composto por roupas da feirinha de itaipava ou da uruguaiana. E lá eu ia, buscar alguma outra adolescente com kolene, franjinha de escova ou prancha pra dar uns beijos.

E como eram bons os beijos, os rolês e a diversão. Como era bom ficar de olho nas meninas da vila ali na frente, ver os short’s da bad boy, ouvir o melhor do funk e o melhor daquelas músicas que tocavam todos os anos da década de 90 e dos anos 2000 sempre!

Festa da ATN no Porto da Pedra – São Gonçalo
Festa da ATN no Porto da Pedra – São Gonçalo. Foto: Jair de Almeida

Ah! Não posso esquecer do medo… e como eu tinha medo.

Sempre rolava treta na minha época (naturalmente isso prejudicou muito o evento). A gente que não era de lá, ia só nos primeiros dias por que no último dia sempre alguém morria. Quanto mais perto do final da festa, mais sinistra ela ia ficando.

A medida era mais ou menos assim:

Chegamos na festa.
Compramos Caipifruta.
Ficávamos olhando para os cabelos de kolene e franja da festa.
Pedíamos para alguém apresentar e/ou botar na fita.
Tomávamos veto ou descolávamos uns beijos em alguma rua paralela por que ninguém beijava na festa (hahaha).
Ficávamos falando com os amigos com quem a gente ficou.
Aí, surgia a primeira briga (torcíamos para não ser perto da gente).
Íamos embora e esperávamos o dia seguinte.
Volte para o tópico 1.

Saudades! A Festa da ATN nunca será esquecida.

7 COMENTÁRIOS

  1. Bem com todo respeito mais quem vai numa festa que se matam pessoas e tocam funk a noite toda, isso é coisa de doido, segundo nosso amigo a festa era nestes termos:
    “Sempre rolava treta na minha época (naturalmente isso prejudicou muito o evento). A gente que não era de lá, ia só nos primeiros dias por que no último dia sempre alguém morria. Quanto mais perto do final da festa, mais sinistra ela ia ficando”.

    Acho que não sentiria saudades desta festa e o melhor mesmo é que ela nunca mais aconteça, quem é louco hoje em dia fazer festa de Rua, só se quiser arranjar sarna para se coçar, e levar violência para o lugar que mora, melhor deixar quieto e viver essas festas na memória, tanto afetiva, como oral…

    View Comment
  2. Os anos Finais da Festa da ATN foram como são as Madrugadas do posto Camarão nos dias de hoje, um Caos total, sinceramente, o q me traz saudades é o Antigo Posto. Hoje em dia “Festa da ATN” se tornou apelido dado aos locais bagunçados, INFELIZMENTE

    View Comment
  3. Quando deixou de mostrar a cultura (balões , festas juninas , músicas típicas ) , deu espaço a outros tipos de coisa citadas por você , brigas e até mortes :/
    Viva as tradições e culturas perdidas pela ignorância e falta de interesse de quem não conhece e não faz questão de conhecer .
    Belo texto Romarinhoooo …saudades ATN .

    View Comment
  4. Época boa até o final dos anos 80 e até a metade dos anos 90, quando as festas de rua eram tipicamente festas juninas! Depois começou a onda do funk com rixas de galeras e estagou tudo! Hoje em dia seria impossível uma festa deste estilo, pois a violência e tráfico de drogas seria um problema!

    View Comment
  5. Muita saudade do Jotinha e seus balões que colorim os céus da cidade. Quem viveu aquela época sabe do que estou falando. Descanse em paz, artista. O maior baloeiro de São Gonçalo e um dos maiores do Brasil!

    View Comment

RESPONDA AO COMENTÁRIO

Escreva seu comentário aqui.
Por favor, insira seu nome aqui.