MENU

Lauro Corrêa: empreendedor e marido da Leonor, a dona da Trindade

Conheça Lauro Correa, comerciante, fazendeiro, político, vereador em por três mandatos e marido de Leonor Correa, a dona da Trindade.

Lauro Corrêa: empreendedor e marido da Leonor, a dona da Trindade

Conheça Lauro Correa, comerciante, fazendeiro, político, vereador em por três mandatos e marido de Leonor Correa, a dona da Trindade.

Antes de São Gonçalo existir como cidade, o que havia eram fazendas. Uma delas era a Fazenda Trindade, comprada por Francisco José Ramos e D. Thereza Maria Moreaux Ramos em 1877. Após falecimento dos pais, a filha, Leonor Moreaux Ramos, herdou-a. Leonor se casou com Lauro Corrêa, que reativou a fazenda que ficava onde hoje é o bairro, um dos maiores de São Gonçalo.

Leonor Corrêa e Lauro Corrêa, os beneméritos da Trindade
Foto do casal Leonor Corrêa e Lauro Corrêa, os proprietários da Fazenda Trindade, onde hoje fica o bairro de São Gonçalo. Foto: Acervo familiar cedido por Paulo Baptista, neto do casal.

Um Rio Bonitense nas terras da Trindade

Lauro Augusto Corrêa foi político, comerciante, fazendeiro e proprietário da fazenda da Trindade. Nasceu em Rio Bonito, em 18 de agosto de 1876. Faleceu em São Gonçalo, em 22 de julho de 1938.

Mudou-se para São Gonçalo ainda criança, tendo aqui passado sua existência. Foi casado com Leonor Ramos Corrêa. O casamento gerou os filhos

Margarida Ramos Corrêa Pinheiro, professora, casada com Eros Correa; Levy Libório Ramos Corrêa, advogado, casado com Abeacy Corrêa; Marina Corrêa de Carvalho, casada com o advogado Humberto Soeiro de Carvalho; Maria Leonor Corrêa Baptista, contadora, casada com Laênio Baptista, comerciante; e Lauro Augusto Corrêa Filho, contador, casado com Maria da Penha Corrêa.

Leonor Corrêa - Origem do Bairro Trindade
Leonor Corrêa, a dona da Trindade e esposa de Lauro Corrêa.

Foi comerciante e fazendeiro. Lauro era proprietário da fazenda da Trindade, situada no Primeiro Distrito de São Gonçalo. A mesma foi loteada, em 1951, por sua viúva e filhos, criando assim o atual bairro Trindade.

Clique e conheça a história completa sobre a Trindade.

Lauro Corrêa e a política gonçalense

Lauro teve intensa atividade em prol da comunidade, tendo sido vereador em três legislaturas, com o detalhe de ter sido presidente da Câmara Municipal em todas elas.

Foi fundador e presidente da União de Varejistas de São Gonçalo, atual Associação Comercial; e fundador e presidente do Abrigo Amor ao Próximo, a mais antiga obra filantrópica do município, destinada ao amparo à velhice desvalida e fundador/diretor da Associação Mantenedora do Hospital de São Gonçalo, obra filantrópica.

A Escola Estadual Lauro Corrêa

Durante dezoito anos, Lauro manteve uma escola pública, com professora diplomada, em sua fazenda.

O Grupo Escolar, hoje Escola Estadual Lauro Corrêa, situada na Rua Macaé, na Trindade, foi constituído no ano de 1965, pela Prefeitura Municipal de São Gonçalo, no terreno doado pelos filhos herdeiros, que também colaboraram financeiramente na construção. Anos depois, foi passado para o Estado do Rio de Janeiro, em decorrência de convênio firmado pela prefeitura.

Na época de publicação do livro “Gonçalenses Adotivos” (1996), a escola funcionava em três turnos, com mais de mil alunos, cursando o ensino fundamental.

O nome de Corrêa foi dado ao Grupo Escolar através de uma lei estadual aprovada em 1965, como homenagem, não somente à sua atuação na comunidade gonçalense, nas entidades a que pertenceu, como, principalmente, por sua dedicação ao ensino, fundando e mantendo uma escola por mais de 18 anos.

Agradecimento

Queria agradecer ao Paulo Baptista, neto do casal Leonor Corrêa e Lauro Corrêa, pela foto inédita de seus avós ainda jovens, além das eventuais correções e indicações sobre como tudo aconteceu. Muito obrigado!

Fica aqui meu agradecimento ao autor Salvador Mata e Silva (1943–2016) por deixar registrado em seu livro a permissão para reprodução do livro. Espero que cada vez mais gonçalenses tenham acesso a história de sua cidade.

Fonte:

SILVA, Salvador Mata e, 1943
Gonçalenses Adotivos São Gonçalo;
Rio de Janeiro: Companhia das Artes
Gráfica, 1996
130 p.; 21cm (coleção/IPDESG)
1. São Gonçalo (RJ) – Biografia. I. Título
CDD (18ª) 920-0815

Matheus Graciano
Matheus Gracianohttps://www.matheusgraciano.com.br
Matheus Graciano é o criador do SIM São Gonçalo, onde fez o meio de campo da revista eletrônica de 2012 a 2020. É designer que programa, escreve e planeja. Trabalha na Caffifa Agência e Consultoria Digital.

Antes de São Gonçalo existir como cidade, o que havia eram fazendas. Uma delas era a Fazenda Trindade, comprada por Francisco José Ramos e D. Thereza Maria Moreaux Ramos em 1877. Após falecimento dos pais, a filha, Leonor Moreaux Ramos, herdou-a. Leonor se casou com Lauro Corrêa, que reativou a fazenda que ficava onde hoje é o bairro, um dos maiores de São Gonçalo.

Leonor Corrêa e Lauro Corrêa, os beneméritos da Trindade
Foto do casal Leonor Corrêa e Lauro Corrêa, os proprietários da Fazenda Trindade, onde hoje fica o bairro de São Gonçalo. Foto: Acervo familiar cedido por Paulo Baptista, neto do casal.

Um Rio Bonitense nas terras da Trindade

Lauro Augusto Corrêa foi político, comerciante, fazendeiro e proprietário da fazenda da Trindade. Nasceu em Rio Bonito, em 18 de agosto de 1876. Faleceu em São Gonçalo, em 22 de julho de 1938.

Mudou-se para São Gonçalo ainda criança, tendo aqui passado sua existência. Foi casado com Leonor Ramos Corrêa. O casamento gerou os filhos

Margarida Ramos Corrêa Pinheiro, professora, casada com Eros Correa; Levy Libório Ramos Corrêa, advogado, casado com Abeacy Corrêa; Marina Corrêa de Carvalho, casada com o advogado Humberto Soeiro de Carvalho; Maria Leonor Corrêa Baptista, contadora, casada com Laênio Baptista, comerciante; e Lauro Augusto Corrêa Filho, contador, casado com Maria da Penha Corrêa.

Leonor Corrêa - Origem do Bairro Trindade
Leonor Corrêa, a dona da Trindade e esposa de Lauro Corrêa.

Foi comerciante e fazendeiro. Lauro era proprietário da fazenda da Trindade, situada no Primeiro Distrito de São Gonçalo. A mesma foi loteada, em 1951, por sua viúva e filhos, criando assim o atual bairro Trindade.

Clique e conheça a história completa sobre a Trindade.

Lauro Corrêa e a política gonçalense

Lauro teve intensa atividade em prol da comunidade, tendo sido vereador em três legislaturas, com o detalhe de ter sido presidente da Câmara Municipal em todas elas.

Foi fundador e presidente da União de Varejistas de São Gonçalo, atual Associação Comercial; e fundador e presidente do Abrigo Amor ao Próximo, a mais antiga obra filantrópica do município, destinada ao amparo à velhice desvalida e fundador/diretor da Associação Mantenedora do Hospital de São Gonçalo, obra filantrópica.

A Escola Estadual Lauro Corrêa

Durante dezoito anos, Lauro manteve uma escola pública, com professora diplomada, em sua fazenda.

O Grupo Escolar, hoje Escola Estadual Lauro Corrêa, situada na Rua Macaé, na Trindade, foi constituído no ano de 1965, pela Prefeitura Municipal de São Gonçalo, no terreno doado pelos filhos herdeiros, que também colaboraram financeiramente na construção. Anos depois, foi passado para o Estado do Rio de Janeiro, em decorrência de convênio firmado pela prefeitura.

Na época de publicação do livro “Gonçalenses Adotivos” (1996), a escola funcionava em três turnos, com mais de mil alunos, cursando o ensino fundamental.

O nome de Corrêa foi dado ao Grupo Escolar através de uma lei estadual aprovada em 1965, como homenagem, não somente à sua atuação na comunidade gonçalense, nas entidades a que pertenceu, como, principalmente, por sua dedicação ao ensino, fundando e mantendo uma escola por mais de 18 anos.

Agradecimento

Queria agradecer ao Paulo Baptista, neto do casal Leonor Corrêa e Lauro Corrêa, pela foto inédita de seus avós ainda jovens, além das eventuais correções e indicações sobre como tudo aconteceu. Muito obrigado!

Fica aqui meu agradecimento ao autor Salvador Mata e Silva (1943–2016) por deixar registrado em seu livro a permissão para reprodução do livro. Espero que cada vez mais gonçalenses tenham acesso a história de sua cidade.

Fonte:

SILVA, Salvador Mata e, 1943
Gonçalenses Adotivos São Gonçalo;
Rio de Janeiro: Companhia das Artes
Gráfica, 1996
130 p.; 21cm (coleção/IPDESG)
1. São Gonçalo (RJ) – Biografia. I. Título
CDD (18ª) 920-0815

Matheus Graciano
Matheus Gracianohttps://www.matheusgraciano.com.br
Matheus Graciano é o criador do SIM São Gonçalo, onde fez o meio de campo da revista eletrônica de 2012 a 2020. É designer que programa, escreve e planeja. Trabalha na Caffifa Agência e Consultoria Digital.

6 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns, Matheus por publicar essa história muito interessante. Muito legal conhecer o motivo do nome da praça da Trindade e da escola pública. Parabéns pelo seu trabalho!

RESPONDA AO COMENTÁRIO

Escreva seu comentário aqui.
Por favor, insira seu nome aqui.

6 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns, Matheus por publicar essa história muito interessante. Muito legal conhecer o motivo do nome da praça da Trindade e da escola pública. Parabéns pelo seu trabalho!

RESPONDA AO COMENTÁRIO

Escreva seu comentário aqui.
Por favor, insira seu nome aqui.