MENU

Tribobó: a história contada pelos moradores

E que história é essa de Tribobó? Seria a mesma contada pelos Três bobos que lá viviam ou é um nome especial? Veja mais.

Tribobó: a história contada pelos moradores

E que história é essa de Tribobó? Seria a mesma contada pelos Três bobos que lá viviam ou é um nome especial? Veja mais.

Desvendar a história de São Gonçalo é uma das missões da nova geração. O vídeo “No quintal da minha casa” foi elaborado no Ponto de Cultura OLHAR VERDE, de responsabilidade do CISC.

A iniciativa foi idealizada pela gestora Ana Sobral e conduzida pelo professor André Correia. Trata-se de um registro histórico, que se preocupa em contar a história e retratar a memória da cidade de São Gonçalo a partir de seus bairros. E que história é essa de Tribobó? Seria a mesma contada pelos Três bobos que lá viviam?

André Correia
André Correiahttp://projetoalternativosg.blogspot.com.br
André Correia é professor, historiador e criador do Projeto Cultural Alternativo, criado na Faculdade de Formação de Professores da UERJ. O grupo foi criado para promover o saber e difundir a cultura gonçalense na universidade. O projeto deixou a Sociedade Acadêmica e ampliou o arco de atuação na Sociedade Civil, organizando-se em duas vertentes voluntárias: GT Bem Estar, com ênfase na Proteção aos Animais e o GT Cultural, com ênfase no Patrimônio, na História e na Memória regional. O atua na internet e mídia escrita.

Desvendar a história de São Gonçalo é uma das missões da nova geração. O vídeo “No quintal da minha casa” foi elaborado no Ponto de Cultura OLHAR VERDE, de responsabilidade do CISC.

A iniciativa foi idealizada pela gestora Ana Sobral e conduzida pelo professor André Correia. Trata-se de um registro histórico, que se preocupa em contar a história e retratar a memória da cidade de São Gonçalo a partir de seus bairros. E que história é essa de Tribobó? Seria a mesma contada pelos Três bobos que lá viviam?

André Correia
André Correiahttp://projetoalternativosg.blogspot.com.br
André Correia é professor, historiador e criador do Projeto Cultural Alternativo, criado na Faculdade de Formação de Professores da UERJ. O grupo foi criado para promover o saber e difundir a cultura gonçalense na universidade. O projeto deixou a Sociedade Acadêmica e ampliou o arco de atuação na Sociedade Civil, organizando-se em duas vertentes voluntárias: GT Bem Estar, com ênfase na Proteção aos Animais e o GT Cultural, com ênfase no Patrimônio, na História e na Memória regional. O atua na internet e mídia escrita.

RESPONDA AO COMENTÁRIO

Escreva seu comentário aqui.
Por favor, insira seu nome aqui.

RESPONDA AO COMENTÁRIO

Escreva seu comentário aqui.
Por favor, insira seu nome aqui.